sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Itabuna representada no 16º Fórum Nacional de Secretários Municipais de Educação



O município de Itabuna esteve representado no 16º Fórum Nacional de Secretários Municipais de Educação, evento realizado pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) entre os dias 08 e 11 de Agosto, em Fortaleza (CE), e que contou com a participação de 1.300 pessoas. A Secretária Municipal de Educação, professora Anorina Smith Lima, participou do Fórum que teve como tema “Os desafios para o cumprimento do PNE – Plano Nacional de Educação na garantia do direito à Educação de todos e de cada um”.
“Cumprindo uma determinação do prefeito Fernando Gomes, buscamos nos inserir e participar de todos os eventos em que estão sendo discutidos assuntos de extrema importância para o nosso município”, destaca a Secretária de Educação de Itabuna. O principal objetivo do evento foi discutir as dificuldades que são enfrentadas em todas as esferas governamentais, sobre o cumprimento das metas do PNE, destacadamente na esfera municipal, na qual se concentra no país 83% dos alunos atendidos em escolas públicas municipais da educação básica, envolvendo a Educação Infantil e o Ensino Fundamental de nove anos.
O Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado pela Lei Federal 13.0045/2014, é constituído de 10 diretrizes, 20 metas e 254 estratégias, cuja legislação define as políticas educacionais para um prazo de 10 anos 2014 – 2024, portanto, norteador das políticas educacionais nos Estados e Municípios através dos Planos Estaduais e Municipais de Educação. “Após três anos de Vigência do PNE, o mesmo foi avaliado por instâncias do MEC, CNE e a Própria UNDIME, verificando-se pelos dados apresentados, que a maioria das metas não foram cumpridas e parte das metas encontram-se em processo de execução com prazos vencidos em todos os níveis Governamentais”, explica.
Debates
Discussões e debates entre os participantes no 16º Fórum Nacional fizeram parte da programação, “com destaque para o principal desafio pelo não cumprimento das metas dos Planos de Educação, a falta de ampliação dos recursos financeiros para a educação pelo governo federal, cuja base do custo aluno qualidade inicial definido na estratégia 20.6 do Plano Nacional de Educação, que infelizmente foi vetado pelo Presidente Temer, em artigo da LDO 2018, em 09/08/2017, alegando o Governo que a ampliação dos recursos afetaria o cumprimento da meta fiscal”, informa a professora Anorina Smith.
A posição do Governo foi criticada no evento do Fórum, diante da crise que vivem atualmente os municípios, onde a educação acontece de fato no país. Para a Secretária de Educação, Profª Anorina Smith Lima, “a decisão do veto pelo governo, caso mantido, prejudicará o cumprimento das metas do PNE/PME, uma vez que o recurso do FUNDEB e recursos vinculados para educação são hoje insuficientes para financiar a educação básica, cujas demandas e metas dos Planos exigem investimentos com prioridades, se quisermos mudar o futuro do Brasil”.
E completa: “A ponta do Sistema de Educação Nacional acontece nos municípios através da educação infantil e fundamental, base para a educação ter continuidade no ensino médio e ensino superior, portanto, investir na educação infantil e anos iniciais e finais do ensino fundamental inclusive o EJA – Educação de Jovens e Adultos, é garantir a educação como direito das crianças e adolescentes, jovens e adultos”, conclui a Secretária.
Presenças
O 16º Fórum Nacional da UNDIME aconteceu com uma extensa programação entre Conferência de Abertura, mesas redondas, mesas temáticas, oficinas, além de balcão de atendimento pelo MEC/FNDE dos Programas Federais, diversos expositores e instituições ligadas à causa de educação. No último dia do Fórum, os participantes por processo de eleição reelegeram o atual presidente da UNDIME, Profº Aléssio Costa Lima, para o biênio 2017-2019 e aprovaram a carta de compromisso com a Educação Brasileira. Também foi aprovado uma Marcha à Brasília dos Secretários Municipais de Educação em defesa da educação e da escola pública junto ao Governo e Congresso Nacional.

ITABUNA: Secretaria de Educação se reúne para analisar material didático da disciplina Inglês



A Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria de Educação, assumiu o compromisso de seguir a base nacional curricular que determina a obrigatoriedade das escolas em trabalhar com a disciplina de inglês aos estudantes do Ensino Fundamental II. Com esse propósito, atendendo determinação do prefeito Fernando Gomes, o Departamento de Educação Básica realizou na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), uma reunião com representantes da Editora Moderna que apresentaram uma série de materiais didáticos aos professores que lecionam a disciplina de inglês nas turmas do 6º ao 9º ano das escolas municipais.
O material apresentado pela Editora Moderna foi analisado pela assessoria do Ensino Fundamental II, juntamente com professores que atuam diretamente em sala de aula com os alunos. Elisângela Messias salientou que “a Secretária de Educação, Anorina Smith Lima, já afirmou que o prefeito Fernando Gomes não medirá esforços para adquirir os materiais por entender que os professores de inglês realmente precisam deste suporte para desenvolver um trabalho de qualidade e garantir o direito dos alunos a um ensino cada vez com mais qualidade”.
A Diretora do Departamento de Educação Básica, Elisângela Santos Messias, informou que o município trabalhava com a disciplina de espanhol e hoje, com esta mudança, o município enxerga que as escolas estão sem sustentação para o trabalho nesta disciplina. “Os professores realmente necessitam de uma proposta de trabalho referente à disciplina de inglês e de material pedagógico que sustente o trabalho a ser desenvolvido com os alunos”, comenta a diretora.
Com a proposta de utilizar novos materiais já para o ano letivo de 2018, a Secretaria de Educação tem se empenhado em estruturar os professores que irão trabalhar com essa disciplina. Fábio Rodrigues, consultor da Editora Moderna, comenta que no caso de Itabuna, é possível desenvolver um projeto específico de acordo com a realidade do município. Segundo Fábio, a proposta da editora é atender a demanda de língua inglesa que é um idioma fundamental à formação do estudante enquanto profissional que irá buscar oportunidades no mercado de trabalho.

Alunos da rede pública do Ceará receberão salário mínimo ao entrar na faculdade



A lei que regulamenta o programa de educação Avance - Bolsa Universitário foi sancionada ontem, pelo governador Camilo Santana, durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook. O projeto auxilia alunos matriculados na rede pública de ensino superior com um salário mínimo (R$ 937) durante o primeiro semestre letivo ou meio salário durante o primeiro ano. Nesta fase inicial, mil alunos já matriculados nas universidades públicas cearenses serão contemplados.

Para garantir o benefício, os alunos precisam estar matriculados em universidade pública, terem cursado o Ensino Médio na rede pública, serem membros do programa Bolsa Família e terem tirado média no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 560 pontos. Além do Avance, o chefe do Executivo sancionou a lei que implementa no Ceará a Universidade Aberta do Brasil (UAB), sistema de educação e formação à distância, com a criação e manutenção de Polos de Apoio Presencial. 

Compromisso 
A Lei que regulamenta a equiparação salarial de servidores da Polícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) com a média do Nordeste - como já fizera com as Polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros - também foi sancionada pelo governador durante o bate-papo. "É um compromisso que tenho dado a todas as áreas da Segurança Pública, de forma igualitária", lembrou o governador. 

Durante a transmissão, o governador também respondeu a dezenas de perguntas de internautas. Um dos questionamentos feitos foi sobre a nomeação de novos professores para a Universidade Regional do Cariri (Urca). "Vamos fazer a nomeação. Já nomeei professores da UVA e da Uece, agora vou nomear os da Urca, em breve", respondeu. 

Outro internauta questionou Camilo quanto ao funcionamento do ramal Parangaba-Mucuripe do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). "Já está em teste de uso o trecho da Parangaba até a Borges de Melo. Está em operação assistida, gratuitamente, todos os dias, até meio-dia. A construtora que estava responsável pelo trecho Borges de Melo-Mucuripe estava muito lenta. Resolvi desfazer o contrato. Agora teremos mais celeridade na obra".   Fonte: Diário do Nordeste

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Passarela sobre o Rio Cachoeira ficará pronta em outubro

]

A passarela que será construída sobre o Rio Cachoeira em Itabuna ficará pronta em outubro, garantiu o empresário Roberto Barbosa, diretor da Minas Aço, empresa responsável pela construção.

A passarela terá 140 metros e um custo de R$ 1.275.288,00. Segundo Roberto Minas Aço, as obras atrasaram por conta das chuvas nos meses de julho e agosto. 

A construção da passarela tem como objetivo melhorar as condições de mobilidade urbana, facilitando o acesso e o tráfego de pedestres da zona sul para o perímetro central da cidade. 

Homicídio em Ilhéus; vítima é filho de empresária de Itabuna



Júnior Mascarenhas (Júnior Scher), filha da proprietária da loja Moda 10, situada no centro de Itabuna, foi encontrado morto dentro de uma residência, em Águas de Olivença, zona sul de Ilhéus.. Uma equipe da 7ª Coorpin de Ilhéus foi acionada por populares no início da tarde desta quarta-feira (16). Júnior tinha marcas de violência na cabeça e estava com as duas mãos amarradas. Júnior atuou durante muito tempo nas áreas de eventos e empresarial e era muito conhecido na cidade. Ele era irmão de Ismar Sker, morto em 2003, em Itabuna. Uma equipe do departamento de polícia técnica esteve na residência realizando o levantamento cadavérico. Esse é o segundo assassinato em menos de 24 horas, em Ilhéus. Ontem (15), foi localizado o corpo de Mateus Gomes, 14 anos, que, segundo informações policiais, foi morto na madrugada do último sábado (12). Os crimes estão sendo investigados pelo Núcleo de Homicídios de Ilhéus, que tem à frente a delegada Andréa Oliveira. (Fábio Roberto)

GOVERNO ACHATA SALÁRIO MÍNIMO DE 2018

dinheiro3

O Governo Federal decidiu achatar o salário mínimo em 2018. Em vez da previsão inicial de R$ 979,00, o salário mínimo passará a R$ 969,00 no próximo ano. O valor proposto entra em vigor em janeiro.
A projeção do valor do mínimo ficou ainda menor depois de o governo anunciar medidas para cobrir rombos nos cofres públicos. Somente com essa “achatada”, a estimativa é de uma economia de R$ 3 bilhões.
Quase um quarto da população brasileira recebe salário mínimo. O alvo dessa reduzida é a Previdência Social. Milhões de beneficiários recebem apenas R$ 937,00, valor do mínimo em vigor.

PIS/Pasep: 1,2 milhão de baianos recebe abono a partir desta quinta



Os trabalhadores baianos inscritos no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e que tenham nascidos no mês de agosto, começarão a receber o dinheiro dos respectivos benefícios a partir desta quinta-feira (17). 

O calendário de pagamento segue de acordo com as datas de nascimento dos trabalhadores e vai até o dia 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento.

No país, 24 milhões de pessoas receberão o chamado abono salarial, para as quais serão destinados R$ 16,9 bilhões. Na Bahia, serão 1.239.460 de beneficiados com um valor de R$ 900 milhões – montante que anima também os comerciantes, ansiosos por um reaquecimento da economia baiana.